Reflexões do Dia, Sem Álcool Gel – Coronariana Nº 1

1 ― Idosos são sempre um grupo de risco para qualquer espécie de doenças, das mais simples, como novas ou velhas formas de gripe, mas o que mais lhes atinge, e isso sim são fatais, é a solidão e a indiferença.

2 ― Lavar as mãos, aprendi desde muito pequeno, é necessidade essencial em todos os momentos, sob quaisquer circunstâncias, e aperto de mãos podem contagiar de coisas diferentes, como afeto, por exemplo.

3 ― O pânico é uma arma eficaz no controle das massas, quando as pessoas mais sentem necessidade de se manifestar, de ir às ruas, de estar com outras pessoas, é muito produtivo gerar uma histeria em massa e mantê-las em casa, na frente da TV que só informa o que interessa.

4 ― Reflexão local: ano passado, somente em Araraquara tivemos 10% da população (27.000) casos de Dengue, sendo que oito fatais. Não houve histeria, as lojas não fecharam, as escolas não suspenderam as aulas, e, pior, a prefeitura petista nada fez de importante, e os principais focos ― os vagões de trem abandonados -, continuam no mesmo lugar. Neste ano, ninguém toca mais no assunto, talvez por ser ano eleitoral.

5 ― Até hoje, 18 de Março de 2020, foram detectados 350 casos de Corona no Brasil, e apenas um caso fatal, o que é muito inferior aos de gripe comum, de morte por alcoolismo, imprudência de transito, e suicídio por depressão, por exemplo.

6 ― Pessoas sem o menor escrúpulo e especialmente conhecimento, ficam o dia inteiro na Internet propagando noticias em tom alarmista, e especialmente usando tom de viés político para análises rasteiras, enquanto outras incitam a que se estoquem alimentos, causando um estouro na economia.

7 ― O maior efeito colateral dessa nova gripe, depois de outras, como a do frango, do porco e da febre da vaca louca, é a prova de que o ser humano em sua maioria é um monstro, e mesmo aqueles que pregam o coletivismo o fazem da boca pra fora, já que cada um quer safar seu próprio rabo, e especialmente lucrar, de alguma forma.

8 ― Numa investigação criminal, o motivo e o lucro pelo crime são sempre analisados primeiro, o que invariavelmente leva ao culpado. E a pergunta: no atual cenário mundial, quem tem sempre lucrado? A resposta é China, com seu comunismo amparado pelo lucro fácil. Ademais, há de se confiar nas noticias vindo de um país sem liberdade de expressão, e onde até mesmo a Internet é controlada? Na China tudo o que se produz é falso. Inclusive as noticias.

9 ― No final do Verão, Outono e Inverno aumentam em muito os casos de gripe, então podemos supor que até Outubro, todos os eventos, aulas, etc., estarão suspensas e isso causaria o desmoronamento da economia mundial, pois não se trata de um show cancelado ou de um bar fechado, se trata de tudo o que gira ao redor disso, de funcionários que não recebem e não compram, até a fábrica de cervejas e refrigerantes que não vende, numa bola de neve.

10 ― Estamos tão fudidos com a nova gripe, quanto com a velha gripe, mas nada se compara com estarmos fudidos pela ignorância, que é bem pior que estupidez.

18/03/2020

“Coronarianas”, termo que eu criei, misturando “corona vírus” com coronárias, buscando demonstrar o mal maior criado por ditadores do mundo inteiro, que usaram de um vírus para implantar outro maior, causando muito mais mal com suas Ditaduras Sanitárias. O vírus chinês em si, nem tão letal, ou melhor, menos letal do que qualquer outro, foi usado para finalidades políticas, especialmente na quebra das liberdades básicas humanas, o que é fatal. Usando a pior das armas, que é o medo, esses governantes transformaram pessoas, especialmente idosos e crianças robôs que repentinamente parece, se descobriram humanos e desenvolveram o medo da morte. E o que se propalava, sobre a humanidade sair melhor, resultou no oposto, já que a maioria, apavorada, passou a exerceu, cada um, sua própria Ditadura.
Esses textos foram escritos em 18 de Março de 2020, quando se instaurou a “Fraudemia”, até exatamente um ano depois, quando o prefeito da cidade onde moro decretou novo “lockdown” criminoso.

Barata, nascido Luiz Carlos, no dia do Anti-Natal do ano da Graça do nascimento de Bruce Dickinson, Madonna, Michael Jackson, Cazuza e Tim Burton, é poeta, romancista, ensaista e contista, além de produtor de eventos e artista plástico. Cresceu escutando Beatles, Black Sabbath, Rush e Pink Floyd. Participou da geração mimeógrafo nos anos 1970, mas quando chegaram os filhos deixou de ser poeta e foi tentar ser homem, o que no entender de Bukowski é bem mais difícil. Trabalhou como office-boy, bancário e projetista de brinquedos. Apesar de ter escrito milhares de textos nunca ganhou um prêmio literário. Foi apaixonado por Janis Joplin, Grace Slick  e Patti Smith; casou quatro vezes e Atualmente procura pagar as contas trabalhando com criação de sites, edição e diagramação de livros e arte digital.

5 1 Vote
Article Rating
Assinar
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários