Resenha – Genecy Sobre Manual do Adultério Moderno

Genecy Souza . 

Este manual jamais estará nas FLIPs da vida, pois nada há por trás dele (mídia, marketing, bajulação paga…) que não a independência atrevida do autor em rearrumar considerações já vistas em outros de seus livros no tocante ao sexo como ele é fora das vitrines e dos padrões comportamentais estabelecidos. Nada a ver com um The Best of. Nada disso. Nem o tal ‘mais do mesmo’. O Manual junta a fome à vontade de comer, no sentido não-alimentar??

Essa rearrumação trata de palavras e frases aparentemente desconexas, separadas (ou ligadas) apenas por pontos seguidos e nenhum outro mais — a não ser o ponto final — não permitindo ao leitor/leitora adeptos ou não das puladas de cerca uma parada para reflexão ou uma consulta ao sentimento de culpa, principalmente nestes tempos de adultérios virtuais — depois reais — via Tinder; nudes que fogem ao controle, bem como das onipresentes câmeras que tudo vêem, inclusive o que não deveria ser visto, para desespero dos adúlteros e prazer dos voyeurs na internet.

O Manual do Adultério Moderno tem o estilo literário feito para uma leitura veloz, ‘lubrificada’ com eficientes notas de rodapé muito apropriadas a rapidez dos encontros amorosos clandestinos, onde tudo se permite a quem se permite a todas as libidinagens, vontades reveladas e desejos atendidos.

Por fim, cabe ressaltar que o sacana não é o autor. Boa leitura… e seja o que der e vier.

Genecy Souza – Sobre MAM, Facebook, 10/09/2017

Genecy Souza é um colecionador de livros, comerciário e mora em Manaus, AM

Manual do Adultério Moderno
Barata Cichetto
Editor’A Barata Artesanal, 2016
UICLAP, 2021

5 1 Vote
Article Rating
Assinar
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários